Prefeitura desenvolve projeto Aldeia Produtiva

Prefeitura desenvolve projeto Aldeia Produtiva

A Prefeitura de Confresa junto com a Secretaria de Agricultura vem realizando um trabalho inédito na região com os indígenas Tapirapés, nas aldeias Tapi’itawa, Sapeva, Buriti, Codebra, Santa Luzia, Córrego da Onça e Santa Laura. São mais de 21 alqueires plantados divididos entre as culturas de arroz, mandioca, banana e batata.

O objetivo do projeto é melhorar a renda e alimentação da comunidade indígena. Segundo o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Goianinho, as orientações são voltadas para a qualificação produtiva e social. Na parte prática, conforme orientação técnica adequada, os indígenas receberam instruções para qualificar o plantio de várias culturas, sendo que a prefeitura ofereceu suporte tanto de máquinas agrícolas como de assistência técnica, disponibilizando um funcionário para acompanhar diariamente as roças da aldeia, além de visitas periódicas dos seus técnicos.

A comunidade indígena, em um todo, está muito feliz e agradecida ao prefeito Ronio Condão pela iniciativa e conforme o disse o Sr. Edmilson Tapirapé “… estamos satisfeitos pelo prefeito Ronio olhar para nossa comunidade, hoje nós temos equipamentos e assistência técnica de qualidade para fazer o nosso plantio, modernizamos muito a técnica de plantio, antes era em sistema (Toco) uma plantação arcaica longe das aldeias, que na maioria das vezes era consumida pelos animais”.

Na oportunidade, o Biólogo lotado na Secretaria de Agricultura Edivaldo Soares, falou sobre as culturas que estão sendo plantadas na Aldeia. “ A importância desse projeto para as comunidades é a não dependência dos mercados externos, uma forma de economizar e produzir alimentos saudáveis para autoconsumo familiar e geração de renda. ”

Segundo o prefeito Ronio Condão que trabalhou nas aldeias, como médico por vários anos e conhece as necessidades da comunidade, nada mais justo que dar incentivo para que melhorem a qualidade da alimentação das crianças e de todo o povo Tapirapé.

Parte da produção de alimentos na aldeia poderá ser vendida para a merenda Escolar que se encontra com chamada pública em aberto para aquisição de produtos oriundos da agricultura familiar.

COMENTÁRIOS

CLOSE
CLOSE
Acessibilidade