Atendimentos foram feitos e diagnósticos realizados no Dia D de combate à Hanseníase em Confresa

O Governo de Confresa – através da Secretaria Municipal de Saúde – realizou na sexta-feira (28 de janeiro), o Dia D de combate e prevenção a hanseníase.

A ação, desenvolvida na Unidade Básica de Saúde Vila Dois Mil, resultou em 28 atendimentos, tendo 3 pessoas com diagnóstico confirmado para a hanseníase.

A hanseníase é uma doença infecciosa, contagiosa, de evolução crônica, causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Quem tem o tipo mais leve da doença, mesmo após o tratamento, pode não recuperar totalmente a sensibilidade nos locais das manchas. Em casos mais graves, pode haver sequelas como perda de força que impõe limitações físicas para usar as mãos ou andar, por exemplo.

O diagnóstico é essencialmente clínico, realizado através do exame dermatoneurológico, no qual se analisa a pele e os nervos periféricos pela palpação. Também são feitos testes de sensibilidade e força muscular.

O tratamento é baseado em poliquimioterapia, que consiste em um esquema de vários antibióticos. Uma parte deles deve ser recebido uma vez por mês nas unidades básicas de saúde (UBSs) ou centros de referência, sendo utilizados no próprio ambulatório sob a supervisão da equipe médica. As doses diárias são tomadas em casa.