Governo de Confresa realiza ações da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes com adesivaço, panfletagem e lançamento no dia 18 de maio

O Governo de Confresa, por meio das equipes do Conselho Tutelar, da Secretaria de Educação, da Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social – através do CRAS e o CREAS – realizou ações da Campanha “Faça Bonito”, que difundiu a Campanha Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que está em circulação em todo o território estadual e também nacional.

Todos os agentes da rede de proteção foram mobilizados para trabalharem nesse evento, que começou com a decoração de rotatórias e canteiros dos pontos centrais de Confresa, e na véspera da data oficial, se reuniram num “adesivaço” na praça Camilão, onde veículos receberam adesivos da campanha, e material impresso foi distribuído, com intuito de informar os transeuntes sobre a existência da ação.

No dia oficial da campanha – 18 de maio – foi realizado o lançamento na sede da Secretaria de Assistência Social, que nos últimos anos tem trabalhado de forma permanente na luta conta violação de diretos e garantias.

José Nilton – coordenador do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), contou um pouco sobre a importância dessa campanha: “Nós estamos há quatro anos desenvolvendo essa campanha, que dura o mês inteiro, e pedimos a participação e colaboração da sociedade para que nos ajude a identificar casos de abuso e exploração sexual, para que possamos tomar as devidas providências e fazer o atendimento necessário às vítimas, a Secretaria realiza um trabalho vigilante e permanente de ação contra qualquer violação de direito”.

Com a pandemia, os métodos de abordagem e ação foram adaptados visando levar a mensagem, “Esse ano estamos fazendo de forma diferente, com decorações, com vídeos, trazendo a mídia para nos auxiliar nesse processo”, disse Elaine Bastos, que é Presidente do CMDCA – Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.

Segundo Cássia Tocantins, Assistente Social, a Secretaria de Educação desempenha um papel muito importante de apoio para os alunos que estão passando por algum tipo de agressão ou exploração sexual, através da Equipe Multifuncional, que é formada por uma Assistente Social, uma Psicóloga, uma Neuropsicopedagoga e uma fonoaudióloga. O propósito da equipe é fazer essa articulação para promover a proteção sexual das crianças e adolescentes.

A campanha é realizada em maio, mas os agentes que trabalham no enfrentamento ao abuso sexual de crianças e adolescentes estão à disposição todos os dias para que denúncias sejam feitas. Só através da denúncia que as autoridades competentes podem tomar as ações cabíveis para cada caso.