Manifestação indígena na Aldeia Urubu Branco tem reafirmação da luta pela preservação das terras e do meio ambiente no Dia do Índio

No dia 19 de abril é comemorado em todo o Brasil o Dia do Índio, data que foi criada pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto-lei 5.540 de 1943.

A data de 19 de abril foi proposta em 1940, pelas lideranças indígenas do continente que participaram do Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México.

A data pode ser considerada como um motivo de reflexão sobre os valores culturais dos povos indígenas e a importância da preservação e respeito a esses valores.

Na Aldeia Urubu Branco, que fica próxima ao município de Confresa, os indígenas se reuniram para expressar seus ritos com danças e cantos, e também para se manifestarem pela defesa de seus diretos.

O evento começou com a dança do guerreiro feita pelos homens da tribo, e assim que terminou houve entrevistas com alguns indígenas dali, que pediam principalmente por cuidado com a fauna e a flora em todo o país, juntamente com o respeito pelos povos indígenas, que são os protetores da terra contra o desmatamento, a grilagem e a caça/pesca ilegal.

Após breve pausa, começou a dança das mulheres, que escolhiam seus parceiros de danças que tinham que presenteá-las depois. Geralmente os presentes são corda, tecido e afins.

Em Confresa as comunidades que estão no território recebem todo o apoio do Governo Municipal na execução de suas atividades, na terra indígena Urubu Branco a Prefeitura mantém a execução de diversos projetos, entre eles de incentivo a piscicultura.

Veja abaixo algumas fotos tiradas durante as manifestações no Dia do Índio em Confresa.

 

Accessibility