Primeira Cirurgia por vídeo é realizada no Hospital Municipal de Confresa.

Primeira Cirurgia por vídeo é realizada no Hospital Municipal de Confresa.

Na Sexta-feira, 30 de novembro, foi realizada no hospital municipal de Confresa a primeira videocirurgia com um moderno equipamento adquirido pela Prefeitura Municipal.

Este primeiro procedimento cirúrgico, feito com a videolaparoscopia, foi de Apêndice e, a partir de agora, poderão também ser realizadas por videolaparoscopia, cirurgias de pedra na vesícula, doença do refluxo, laqueaduras e investigação da endometriose.

“Não se tem notícias de um equipamento desse funcionando na saúde pública do estado, fora da capital Cuiabá, assim sendo, Confresa sai na frente sendo a primeira cidade do interior a utilizar esta tecnologia na saúde pública”, disse o Prefeito Ronio Condão.

Segundo o cirurgião geral, Thales Damante, que está implantando o sistema e treinando a equipe do hospital municipal de Confresa, as principais vantagens da vídeocirurgia é a rápida recuperação do paciente em relação às cirurgias convencionais e o trauma cirúrgico menor. A cirurgia se faz com apenas alguns pequenos orifícios.

A diretora do Hospital Municipal de Confresa, Cleidiane Gonçalves, disse que a atual gestão vem se esforçando ao máximo para que o município tenha uma saúde pública de qualidade.

Agora com aquisição do aparelho de videolaparoscopia e o aparelho para exames de endoscopia e colonoscopia, o hospital municipal realizará exames, antes nunca feitos pelo SUS em Confresa.

O senhor Maradona, que há 18 anos estava morando fora de Confresa, disse que procurou em Ribeirão Preto e Porto Velho e não encontrou este tipo de cirurgia na rede pública de saúde, ele disse ainda que está muito feliz, porque retornou a Confresa há menos de 90 dias e já foi beneficiado com a cirurgia de vesícula da esposa, feita por vídeo.

A filha da Senhora Maria José também fez a cirurgia e segundo ela, a recuperação está sendo bem rápida.

Segundo o Prefeito Ronio Condão, a aquisição destes equipamentos representa um ganho para a saúde pública de Confresa, que faz o papel de regional, “a  primeira cirurgia realizada por vídeo foi um grande sucesso, esta semana estamos realizando diversos procedimentos de pacientes que estão aguardando na fila de espera há um bom tempo, nossa meta é zerar a fila de espera e a partir de agora os nossos pacientes não precisarão mais se deslocar mais de 1.200 quilômetros para realizar um procedimento desses”

COMENTÁRIOS

Acessibilidade